Uma grande dúvida dos pais e motivo de queixas no consultório, é que as crianças estão rangendo os dentes. Este movimento mandibular involuntário durante o sono é muito comum na rotina do consultório de Odontopediatria e tem o nome de Bruxismo. Quando ocorre durante o dia (bruxismo de vigília) ele também pode ser chamado de “apertamento.” Uma característica que pode ser percebida, além do som de ranger os dentes, são as facetas de desgaste. Mas somente esse desgaste não determina o diagnóstico de Bruxismo. Esse desgaste nas crianças pode apresentar outros fatores envolvidos:

✏ Como a própria estrutura do dente de leite que é mais suscetível a perda mineral;

✏ O tipo de dieta;

✏ Refluxo gastroesofágico e outros fatores endógenos.

A ingestão frequente de refrigerantes, assim como o ranger dos dentes, aparecem positivamente associados com o desgaste dental.

Temos fatores que podem associados ou não desencadear o bruxismo infantil.

Como: genética, estresse emocional, obstrução das vias aéreas superiores, síndrome da apneia obstrutiva do sono, hábitos para dormir (dormir menos que o necessário), transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), alguns medicamentos e doenças neurológicas.

Após uma avaliação profissional é mais correto falarmos em controle, do que falarmos em tratamento. O odontopediatra controla os fatores associados (neste ponto podemos ter uma ação multidisciplinar) e proteger as estruturas dentais conforme necessidade clínica.

O importante que os pais procurem uma orientação profissional, já que cada criança é única é assim deve ser avaliada.

 

Fonte: Anuário de Odontopediatria Clínica, volume 2.

About The Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close